Zikagames - Início Ir para conteúdo
keyboard_arrow_down
account_circle Entrar

Entrar



  • Não recomendado para computadores públicos


  • Esqueceu sua senha?

person_add Cadastre-se

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''sem''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Anúncios e novidades
    • Regras
    • Anúncios
    • Entre para a equipe Zikagames!
  • Eventos Exclusivos - Zikagames
    • Bolão do Brasileirão!
    • Sorteios Zikagames!
    • Membro do mês - Zikagames!
    • Outros eventos
  • Parceiros da Zikagames!
    • TZN SHOW!
    • Athens Graphics - Discord
    • Autism - Discord
  • Espaço do usuário
    • Apresente-se para a Zikagames!
    • Tutoriais Zikagames
    • Suporte ao usuário
    • Sugestões/Reclamações
  • FPS Zone
    • Fortnite
    • PUBG
    • CS:GO
    • Apex Legends
    • CrossFire
    • Rainbow Six
    • Outros FPS games
    • Lixeira
  • RPG/MOBA zone
    • League of Legends
    • Tibia
    • World of Warcraft
    • WYD
    • Ragnarok
    • Grand Theft Auto - GTA
    • Red Dead Redemption 2
    • Outros RPGs/MOBA em geral
    • Lixeira
  • Plataformas
    • Xbox
    • Playstation
    • iOS/Android/Portáteis
    • Retrô/Emuladores
    • Lixeira
  • Design Zone
    • Galeria DesignZone
    • Tutoriais DesignZone
    • Recursos DesignZone
    • Pedidos DesignZone
    • Suporte DesignZone
    • Bate-papo DesignZone
    • Lixeira
  • Info ZONE
    • Softwares
    • Hardwares
    • Delphi
    • Visual Basic
    • C / C++
    • JAVA
    • Javascript
    • Desenvolvimento web
    • Criações InfoZone
    • Lixeira
  • Comércio ZikaGames
    • Promoções
    • Cupons
    • Doação/Venda/Troca entre usuários
    • Bate-papo (COMÉRCIO ZG)
    • Lixeira
  • Diversos
    • Bate-papo geral
    • Entrevistas
    • Trackers
    • Análises e Reviews
    • Notícias e Novidades
    • Músicas/Vídeos
    • Lixeira

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre


Discord


Instagram


Facebook


Twitter


Youtube

Encontrado 12 registros

  1. 🤑 Você quer ganhar DINHEIRO SEM SAIR DE CASA? 🤑 Conheça AGORA a primeira plataforma interativa de ensino 100% GRATUITA do Brasil! Entre no site do AprendaDrop e não perca tempo, venha aprender TUDO sobre DROPSHIPPING com os melhores da área sem sair de casa! Entre em nossa comunidade, poste suas dúvidas e confira os nossos tutoriais exclusivos! Agora depende apenas de você! Venha mudar de vida! Clique aqui para saber mais! Instagram: @AprendaDrop / @apolosantos
  2. Pesquisadores do Instituto Internacional de Ciência da Computação (ICSI) detectaram que ao menos 1.325 aplicativos para Android coletam dados dos usuários, mesmo quando as respectivas permissões não são concedidas. Os membros do ICSI, que apresentaram os resultados do estudo em uma audiência com o congresso norte-americano, informaram também que o Google foi avisado do problema em setembro de 2018, mas que uma correção para o problema só deveria chegar com o Android 10 (Q), a nova versão do sistema operacional. O estudo analisou mais de 88 mil aplicativos da Google Play Store para descobrir se eles respeitam as permissões que o usuário define como forma de impedir o acesso a determinados tipos de dados. Os pesquisadores descobriram que esses 1.325 aplicativos infratores usam métodos ocultos em sua estrutura para coletar dados sobre localização a partir de redes Wi-Fi, além de informações obtidas a partir dos chamados metadados de fotos: aqueles dados que acompanham cada foto que você faz no celular, como data, local, horário, etc. Outros apps simplesmente usam as permissões garantidas a outros programas para interceptar dados como o IMEI do aparelho celular. Ferramentas bem conhecidas como Baidu, Disneyland Park e Samsung Health foram flagrados com possibilidade de coletar essas informações. De acordo com os pesquisadores, esses aplicativos podem obter os dados mesmo que suas permissões de acesso tenham sido restringidas pelo usuário. Essas informações são depois direcionadas a servidores dos desenvolvedores na Internet, podendo ser exploradas comercialmente. Segundo o Google, o Android Q implementará correções que deverão impedir que aplicativos comprometam a privacidade do usuário. Um dos recursos permite configurar seus apps para que eles não tenham acesso à informação de local quando estão em segundo plano, mas somente quando são utilizados pelo usuário. CRÉDITOS NotyPunch (Formatação, tradução²) TechTudo (Texto, tradução¹ e imagens)
  3. A AGO Esports desistiu de participar da DreamHack Open Rio 2019 de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). O anúncio foi feito pelo time polonês nesta quarta-feira (17) pelo Twitter, onde a organização informou sair do torneio por questões de saúde de Dominik "GruBy" Swiderski, um dos jogadores da sua line up. O TechTudo entrou em contato com a organização da DreamHack Rio, que informou que até o momento ainda não definiu qual será o time que vai substituir a AGO. A desistência acontece dois dias antes do começo da competição, que ocorre entre 19 e 21 de abril no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro, Brasil. Com a desistência da AGO e sem confirmações a respeito de uma equipe substituta, a DreamHack Open Rio fica com apenas sete participantes: FURIA Esports, INTZ e-Sports, W7M Gaming e Sharks Esports, todas brasileiras, a AVANGAR, do Cazaquistão, a Valiance, da Sérvia, e a eUnited, dos Estados Unidos. A competição de CS:GO tem prêmio total de US$ 100 mil (cerca de R$ 390 mil). Via HLTV e Liquipedia
  4. Console é voltado para quem já fez a migração para as mídias digitais A Microsoft anunciou nesta terça-feira, 16, o já esperado Xbox One S All-Digital Edition, uma nova versão mais barata de seu console que possui uma característica única: ele não possui leitor de discos, o que significa que ele é voltado para quem já deixou de comprar consoles em mídias físicas. Para compensar a ausência de um leitor de discos físicos, a Microsoft vai oferecer o novo Xbox por um preço mais acessível do que o Xbox One S convencional. O aparelho terá o preço sugerido de US$ 250 no lançamento, e a Microsoft promete que a nova plataforma sempre será mais barata do que a versão com leitor de mídia óptica. Se a versão antiga entrar em promoção, a nova também entrará. Como referência, o Xbox One S padrão tem o preço sugerido de US$ 300, mas frequentemente entra em promoções que permitem sua aquisição por valores próximos de US$ 200 e US$ 250. A ideia é que a diferença de US$ 50 se mantenha durante ocasionais promoções. Além da ausência do leitor de mídias físicas, nada muda em relação ao Xbox One S padrão. Não há mudança no tamanho do console, e os recursos permanecem os mesmos; a única mudança é a ausência do leitor de Blu-Ray 4K. O Xbox One S All-Digital Edition chegará às lojas dos Estados Unidos a partir do dia 7 de maio. Até o momento, a Microsoft confirmou apenas uma versão do novo console com 1 TB de armazenamento interno. Créditos ao OlharDigital!
  5. Depois de alguns vazamentos, a Beats anunciou oficialmente, nesta quarta-feira (3), os fones de ouvido totalmente sem fio Powerbeats Pro. Eles têm autonomia de até nove horas na reprodução de áudio e dividem algumas características com os AirPods. Só que, para variar, a Apple (a empresa é dona da Beats desde 2014) cobra caro por eles: o preço oficial no Brasil é de R$ 2.149. Na comparação com a geração anterior, os novos Powerbeats Pro são 23% menores e até 17% mais leves. Quatro pares de protetores auriculares (ponteiras) de diferentes tamanhos acompanham os fones. Os ganchos que os prendem às orelhas podem ser ajustados. Como o público-alvo da novidade são os praticantes de esportes, os fones também foram preparados para resistir à água e ao suor. No quesito autonomia, os fones suportam até nove horas de áudio com uma carga completa e mais de 24 horas de reprodução quando combinados com o estojo magnético que acompanha o produto. A Apple afirma também que, com apenas cinco minutos de recarga, é possível obter 1h30min de autonomia; com 15 minutos, a capacidade aumenta para 4h30min. A Apple destaca ainda que cada fone tem controles de reprodução e volume independentes. Além disso, eles contam com sensores que detectam quando os fones estão nas orelhas e reproduzem ou pausam a música automaticamente. Tão ou mais importante é a qualidade sonora. A Apple diz que os Powerbeats Pro contam com uma estrutura acústica remodelada para oferecer som puro, com mais definição e grande alcance dinâmico, além de redução de distorções. Para chamadas, um acelerômetro de detecção de fala e dois microfones em cada fone direcionam a voz e filtram ruídos externos, de modo que o usuário consiga responder ligações com clareza, mesmo estando na rua ou em uma academia, por exemplo. Assim como os AirPods, os Powerbeats Pro são equipados como o chip H1. Isso permite que os fones sejam usados para acionar a Siri via voz, basta dizer comandos como “oi, Siri” ou “e aí, Siri”. O H1 também torna a conexão mais rápida e estável. A conectividade é garantida via Bluetooth classe 1. Os Powerbeats Pro já aparecem no site brasileiro da Apple, embora ainda não estejam disponíveis — as vendas começam nos próximos dias. Haverá quatros opções de cores: marfim, verde-musgo, azul-marinho e o tradicional preto. Além do iPhone, os fones vão compatíveis com aparelhos Android. Como já dito, o preço oficial por aqui é de R$ 2.149. Para fins de comparação, o produto sai por US$ 250 nos Estados Unidos. Créditos ao Tecnoblog! Eai, você teria coragem de pagar essa fortuna em uma fone?
  6. Lorran Abreu

    [ WYD EASY COM ESSENCIA - OFICIAL ] ►Porque você não aproveita da uma passadinha aqui na nossa familly de jogadores? lhe garantimos sucesso de satisfação. ► Venha passar o dia com a gente, dê a nós uma oportunidade e veja como é divertido passar o dia por aqui. ► BORA BORA BORAA TE ESPERAMOS LÁ EM ╚═► Classes padrão, Mortal/Arch/Celestial/Sub.Celestial. ╚═► Experiência padrão (Up por poeira de fada). ╚═► Sistemas exclusivos. ╚═► Pista de runas ╚═► Classes balanceadas. ╚═► Sistema de Anti-Hack. ╚═► Ainda temos poucos players começamos dia 23/03/2019 ╚═► Staff preparada(24 horas online). Essas informações e muito mais você encontra em nosso sistema de guias no site. Discord: https://discord.gg/hUDUhE4 Site: http://142.44.205.19/
  7. A Apple decidiu cancelar definitivamente o projeto de criação do AirPower, carregador sem fio que seria capaz de carregar até três aparelhos ao mesmo tempo, incluindo o iPhone e outros acessórios da marca. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (29) pela fabricante ao site TechCrunch. De acordo com a publicação, o motivo do cancelamento seria a dificuldade em encontrar um padrão de qualidade compatível com os produtos da marca. Segundo o site americano, o problema estaria relacionado ao armazenamento de energia necessária para carregar três aparelhos ao mesmo tempo. A alta carga reunida nos três blocos do pequeno dispositivo poderia causar superaquecimento tanto no próprio dock quanto nos aparelhos que estariam sendo carregados. Em e-mail enviado ao TechCrunch, Dan Riccio, vice-presidente sênior de Engenharia de Hardware da Apple, pediu desculpas ao público que aguardava pelo gadget. “Depois de muito esforço, concluímos que o AirPower não atingirá nossos altos padrões e, por isso, cancelamos o projeto. Pedimos desculpas aos clientes que aguardavam esse lançamento. Continuamos acreditando que o futuro é sem fio e estamos comprometidos em levar adiante a experiência wireless”, afirmou. O cancelamento teria sido feito repentinamente, já que os novos AirPods, lançados no último dia 20, trazem na sua caixa uma ilustração mostrando que eles poderiam ser carregados no AirPower. O AirPower foi anunciado em setembro de 2017, junto com os iPhones X, 8 e 8 Plus, primeiros celulares da maçã habilitados a receber energia sem fio. O dispositivo teria um formato de “tapete” e trabalharia com o padrão Qi, o mesmo usado na maioria das bases existentes no mercado. Mas seu principal diferencial seria a possibilidade de carregar até três dispositivos ao mesmo tempo, sendo eles iPhones, os relógios Apple Watch ou os fones de ouvido AirPods. Na época do anúncio, a previsão de lançamento do AirPower seria o ano de 2018, com expectativa entre maio e junho. No entanto, o projeto foi adiado para o mês de setembro daquele ano, tendo justamente o superaquecimento como principal motivo de atraso. Em setembro, durante o lançamento anual dos seus novos dispositivos, a Apple também ignorou o dispositivo. Via TechCrunch
  8. LuixzGrizzleey

    Salve salve galera <3 Estou liberando aqui para vocês, uma edição que eu fiz com varias musicas sem copyrights, ou seja (SEM DIREITOS AUTORAIS) você pode utiliza-la sem medo. Espero que gostem e que ajude vocês <3 Link: https://bit.ly/2TeRuwK
  9. Dividir o computador com outras pessoas pode ser constrangedor e causar problemas para os usuários — que tem seus arquivos remexidos por irmãos, colegas de quarto ou de trabalho. Os desenvolvedores do site Fake Windows Update Screens propõem uma brincadeira interessante: para evitar o acesso ao PC, o site simula atualizações intermináveis de qualquer versão do Windows. Ou, você também pode usar para fazer uma pegadinha com alguém. Dessa maneira, o PC "ficará atualizando" e os curiosos não poderão parar o processo. E, caso a pessoa seja insistente, um simples toque na tecla "enter" inicia uma simulação da temida tela azul da morte. Além do Windows, o site oferece telas de atualização do MacOS, Steam e Linux. Como usar o Fake Windows Update Screens Passo 1. Acesse o site Fake Windows Update Screens (fakeupdate.net). Em seguida, escolha uma tela de atualização referente ao seu sistema operacional. Neste exemplo, usamos o update do Windows 10; Passo 2. Assim que a tela aparecer, pressione F11 para mantê-la em tela cheia; Passo 3. A tela azul da morte surge quando alguém pressiona a tecla enter para tentar usar o computador. Apesar de ser uma grande brincadeira, a proposta do site pode ajudar a impedir que outras pessoas usem computadores sem autorização enquanto você deixou um download rodando ou mesmo estiver fazendo desfragmentação de disco, limpeza de arquivos ou otimização do sistema operacional. Créditos ao TechTudo
  10. A Epic reagiu às acusações que o seu launche está coletando dados sem permissão do Steam. Foi através do subreddit de Phoenix Point, um jogo que também está a gerar polêmica pela sua exclusividade na loja digital da Epic, que um utilizador revelou que o launcher da loja da Epic entra em ficheiros que não devia. Na sua mensagem, chamada Epic Game Store, Spyware, Tracking, and You!, notte_m_portent acusa a Epic de correr processos e tentar coletar o DLLs e certificados root sem que o utilizador saiba que isto é feito. Segundo diz, os dados obtidos são enviados para a Epic e a aplicação da Epic Games Store armazena informação do hardware no seu registro. Como seria de esperar, este tópico gerou muita preocupação entre os utilizadores e Daniel Vogel, Vice Presidente de Engenharia na Epic, decidiu responder. Vogel confirma que a Epic Games Store usa um tracking pixel, tracking.js para o programa Support-A-Creator program, para poder pagar aos criadores. Vogel também confirma que a aplicação registra as estatísticas de página e que o launcher envia um inquérito de hardware em intervalos regulares, algo que relembra estar na política de privacidade da Epic. Vogel também confirmou que o launcher analisa os teus processos ativos para impedir que os jogos que estão atualmente a correr sejam atualizados, mas insiste que estes dados não são enviados para a Epic. Muito do descontentamento sobre a Epic Games Store parece vir da relação com a Chinesa Tencent, uma das maiores companhias de jogos do mundo e dona de parte da Epic - o que deixa muitos preocupados com a possibilidade do governo Chinês obter acesso a dados. Vogel gerou uma onda de respostas sobre o porquê do launcher executar sequer estes procedimentos - aparentemente sem permissão. Um deles é eorl que diz: "O meu perfil no Steam está privado, no entanto, estão a investigar o meu disco local para analisar o Steam e nem sequer conectei o Steam à Epic." O próprio Sweeny comentou o assunto e disse que a Epic vai ajustar a forma como funciona a Epic Games Store após as críticas. Neste comentário, Sweeney diz que a Epic "deveria apenas entrar no ficheiro localconfig.vdf após o utilizador escolher importar amigos do Steam," dizendo que a culpa é sua. Apesar da tentativa em esclarecer o assunto, a Epic Games continua debaixo de críticas e do escrutínio dos utilizadores, descontentes com as formas escolhida pela companhia para combater o Steam da Valve. Créditos: Eruogamer
  11. eu não explico muito bem mas é só seguir o mouse para onde ele vai
  12. Opa, tudo bem com você ? Hoje eu estou trazendo um vídeo do YouTube, aonde podemos aprender a liberar toda velocidade da nossa internet. O que acontece é que o Windows bloqueia uma certa porcentagem da sua internet assim impossibilitando que você usufrua dela por completa, neste vídeo vamos aprender a destravar esta porcentagem (%)




×